quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

não diz o que quero ouvir.

Essa arte de acreditar em tudo que me dizem com olhos tão sinceros, está mais pra maldição.
É estranho como alguém consegue mentir olhando no fundo de seus olhos, sem piscar, sem suar, sem hesitar.
Para pessoas movidas a verdade, para pessoas que tem como combustível a emoção é impossível desmascarar uma técnica tão perfeita e desumana como esta.

Sou fraca, confesso!
Não aprendi a mentir, não aprendi nada deste jogo de enganações..
Eu queria ser forte como estas pessoas, que conseguem driblar sentimentos, que conseguem ser tão convincentes.

Pensando bem, eu não queria não!
Posso ser a pessoa mais ingênua do mundo, a última a descobrir a verdade, mas ainda assim minha consciência  vai estar sempre tranquila, eu vou dormir a noite e não ter nenhum pesadelo, eu sei que não fiz mal a ninguém e sou incapaz de fazê-lo.

O meu maior e mais importante princípio é o do respeito ao próximo, eu sei o que machuca, sei como dói, por isso não faço com o outro, eu sei que uma mentira pode aliviar no momento, mas a verdade é sempre melhor.

Calo para não falar demais.
Ouço e formulo.
Penso se é mesmo necessário dizer, com estes olhos tão expressivos.

Difícil mesmo é reconhecer quando o tato, o contato, é verdadeiro.
Se não é só mais um interesse em "entrelinhas", um joguinho de gato e rato que diverte até perder a graça.
Quando tem um algo a mais? Será que esse tal existe mesmo?

Não posso perder esse meu ar de mistério, se não, o que restaria em mim?..

O meu excesso de sinceridade, o meu silêncio e revolta, meu humor negro e impaciência, minha frieza e incompreensão..

Deixo que digam, deixo que pensem, eu sigo o rumo do não entendimento e do já não querer entender.
Deixo que façam, deixo que caiam, eu não vou ajudar a levantar este ser traiçoeiro.
Deixo que partam, deixo que voltem, mas eu já não vou lhes receber.










"Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente. A gente muda o mundo na mudança da mente. E quando a mente muda, a gente anda pra frente E quando a gente manda, ninguém manda na gente. Na mudança de atitude não há mal que não se mude, nem doença sem cura.Na mudança de postura a gente fica mais seguro.Na mudança do presente a gente molda o futuro.."


Gabriel o Pensador