quarta-feira, 22 de julho de 2009

Lembro bem o dia que tudo começou..



Um simples olhar , e estava feito, ali nascia um grande amor.
Eu podia imaginar o que aconteceria, por isso eu evitava,
tentava fugir de todas as maneiras de você, de seu olhar , de sua boca,
de seu amor..
Tudo em vão.
O jeito que tu falava, que andava, teu cheiro, isso tudo me enfeitiçava.
A noite , no meu quarto , eu tentava me lembrar de cada palavra dita, cada gesto teu.
Eu começava a acreditar que tudo que me dizia , talvez , pudesse ser verdade.
Comecei a me envolver.
O ciúmes começava a aparecer.
Eu nem sabia o que estava sentindo, não queria aquilo.
Em outros lábios eu tentava buscar , o que só os teus poderiam me dar.
Aquele sentimento fazia um bem e um mal , tudo junto , ao mesmo tempo.
Uma agonia, um sofrimento , te ver com outras e forçar um sorriso .
Mesmo chorando por dentro.
Tentava desesperadamente apagar isso de mim.
Me apaixonar novamente.
Seria tão bom escolher quem se quer amar..
Eu desejava fugir, acabar com aqueles joguinhos estúpidos.
Não queria mais dormir, pois até mesmo em meus sonhos começou a aparecer.
O que fazer?
Foi então que comecei a pensar..
Eu o amo, mas amo primeiro a mim!
Isso já não me faz bem..
Vou deixar o tempo passar, aguentar o que vier, isso um dia vai acabar.
O tempo foi passando, eu amadurecendo, mudando, fez-se então a distância.
Você tentava-me com doces palavras,eu fraquejava , mas logo não mais cai.
Jogar tudo pro alto por você?
Já não vale mais a pena, pois eu sei que no final vou perder.
Consegui afastar-te de mim, da minha cabeça e do meu coração.
Se te vejo hoje em dia, desperta-me um leve frio no coração.
Nada que possa fazer-me perder a cabeça, sair do chão..


sábado, 18 de julho de 2009

Esperança

Era tudo que lhe restava.
Ainda assim ela sorria..
O mundo desmoronava a sua volta.
Florestas em chamas, corrupção, preconceito, violência,
drogas, medo, poder, mentiras, trapassas, injustiças...
Sua mãe foi ao mercado, antes de sair lhe disse:
-Seja uma boa mocinha, me espere ai , não vou me demorar, te trago um
doce se se comportar.
No fundo ela sabia que sua mãe não voltaria.
Mas ainda assim permanecia ali, parada, esperando, rezando, pra mãe voltar.
Já estava cançada, com fome, perdia as forças , mas sua esperança nunca vão tirar.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Eu , a caneta e o papel.


Um dia frio e chuvoso, típico de inverno, o céu branco , nublado, dia preguiçoso.
Dias assim atraem as pessoas a ficar em casa.
O aconchego do lar torna-se tentador, pelo menos para mim.
Deitar na cama, observar a cidade pela janela , faz o pensamento se expandir , a mente viajar, me da vontade de escrever.
Aquelas folhas em branco na estante, a caneta cheia de tinta , parecem me chamar, não consigo resistir.
Parece besteira.
Cada pessoa tem um hobby , algo que quando fazem se sentem melhor.
Uns gostam de jogar futebol, outros fazer compras, dançar, cantar, comer,imitar pessoas, etc.
E o que mais me da prazer é escrever.
Passar meus pensamentos pro papel , mesmo sendo bobos, não fazendo sentido algum, mesmo não escrevendo bem e nem sabendo o que estou escrevendo ou onde pretendo chegar com isto..
Ainda assim, é o que mais gosto de fazer, me faz viajar por uns instantes, as palavras, quando postas no papel, me parecem ter mais valor, parece melhor forma para me expressar.
Sozinha , eu , a caneta e o papel.
Ninguém pra opinar.
Com estes elementos posso ir onde quiser , fazer o que quiser, sonhar, voar, tudo que minha imaginação permitir.
Posso compartilhar o que penso com outros, sem discutir, podem simplesmente concordar ou não.
Posso despertar um sorriso tímido em alguém que não costuma sorrir.
Posso dar esperanças a quem quer desistir.
Posso contar histórias de ninar a várias crianças , em cada lugar do mundo , ao mesmo tempo.
Posso contar meus segredos ao papel, pois sei que ele guardara e não revelará a ninguém.
Posso fazer alguém acreditar nas coisas boas que o mundo tem.
A força das palavras , podem mover o mundo.
Com uma simples caneta e um papel , tenho um mundo em minhas mãos.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Eu queria ser!


Todos acreditam em algo.
Eu acredito que existem outras vidas , depois desta..
E que podemos voltar como um animal, como qualquer outro ser.
Se isso que penso realmente acontecer, espero voltar como um pássaro.
Por que?
Por que os pássaros são privilegiados!
Podem voar, andar, pousar nas mais lindas e altas árvores.
Não tem um lugar fixo, viajam pelo mundo , sem rumo.
Eles cantam , as vozes mais perfeitas que ouvi.
São corajosos aventureiros.
Como seria bom , viajar o mundo inteiro, conhecer a simplicidade
de cada lugar, pousar no alto de uma montanha e a paisagem degustar.
As asas bater, voar por ai , viver cantando e levando a alegria do olhar.
Por isso eu digo: - Um pássaro eu queria ser!

terça-feira, 14 de julho de 2009

Todos nós..

... temos a bendita mania de achar que nada nunca vai acontecer com a gente..
Ao olhar os noticiários do tráfico, dengue, gripe, parece que nunca vai chegar até a gente.
Triste ilusão!
Ninguém , que eu saiba , tem uma capa mágica pra se proteger, nenhuma varinha , ou algo parecido.
O problema pode estar tão longe , do outro lado do mundo.., mas ele chega , e mais rápido do que se possa imaginar.
Hoje me acordei bem cedo, pois não posso mais me atrazar, muitas faltas no primeiro, é difícil acordar cedo -.- , bom enfim , estava lá "toda intertida" nas matrizes de matemática, quando chegam avisando que as férias seriam antecipadas , o colégio entraria em quarentema , graças a um caso de gripe A , um aluno do mesmo andar..
Gripe A? Aqui?
Ai ai ai , pânico , eu não acredito.
Nesse momento a gente para e pensa," ai meu deus , eu não me cuidei ", "será que eu peguei?"..
Fazem pouco caso das coisas né..
E quando surge a hipótese de ter contraído tudo vira preocupação.
Um simples espirro , e a pessoa já se apavora.
E agora?
Somente um susto desses pode derepente abrir nossos olhos, pra enchergarmos o quanto não damos valor a nossas vidas.
Sempre reclamando, tem gente se matando, tudo por besteira..
E outros tentando lutar pela vida..!
Que contraste.
A gente precisa levar uns tombos de vez inquando, aprender um pouco com a vida, melhor escola que há.
Se cada um contentar-se com o que tem, ao invés de reclamar , solucionar, ir atrás, tentar viver em paz, talvez possamos tornar este mundo um pouco melhor.! :)

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Minha TV ..



Estava a tarde sozinha em casa , sem ter o que fazer..
Liguei a tv .
Cada canal induzindo a alguma coisa.
Uns dizem que moda é tudo, outros com propaganda de produtos, dinheiro, carro, estética, atores e atrizes que as pessoas admiram , não sei por que , pois é dos nossos bolsos que saem seus cachês.
Ganham muuito e cada vez mais esnobes se tornam.
A tv é a melhor maneira de fazer uma lavagem cerebral no povo, que ignorância pensar que serve pra algo.
Os filmes então?
Aquilo tudo parece real?
Muita gente vê e acha que em sua vida tudo pode acontecer.
Mas se esquecem que quem escreve quer lhe fazer acreditar na vida de faz de conta, onde tudo se pode, que o mocinho sofre muito , mas no final sempre se da bem.
E as músicas de hoje em dia?
Não me levem a mal , mas tem muito rap e funk que é uma merda .
A pessoa vai la e canta : -Senta , senta ...
- Eu vim do gueto , minha arma é um 3 oitão ...
E já tão fazendo o maaaior sucesso, não sei como ..
Eles impõem padrões de beleza, e isso é ridiculo.
Pois nunca ninguém estara bom o bastante pra isso.
As pessoas são diferentes e isso sim que tem que valer.
Um copia o outro.
Meninas deixando de comer, esqueléticas, para que?
E as mais fofinhas?
Tomando remédios, um desespero pra emagrecer.
Parcelando, juntando dinhero pra por silicone.
Pra comprar a roupa que ta todo mundo usando.
Conheço até uma mulher , que vendeu o apartamento pra fazer a festa de
15 anos da filha.
Filmes que mostram jovens drogados , fugindo de casa,
quantos se influenciaram.
A violência é o tema nos desenhos animados.
Olhem como educam nossas crianças..
Ainda querem cobrar algo?
E agora virou moda também a traição né..
-Eu sou a fiél e você é a amante..
Elas cantam , o povo adora..
Tudo induz ao sexo, a imagem da mulher , cada vez pior,
e elas ainda se prestam.
E nas eleições?
Cada descurso que eles inventam, tem até que ler , pois não se lembram ,
se é que escreveram.
Promessas e promessas.
Mostram os outros paises como se fossem paraízos.
Ninguém valoriza mais nada.
Nunca basta.
Comprem , comprem , leiam, cantem, trabalhem e nos sustentem
só pra isso que servem.
E é incrível , eles ainda vem dizer que os jovens é que são ignorantes,
rebeldes, não prestam.
Têm que nos obedecer!!
Mais será que eles enchergam o que estão fazendo?

quinta-feira, 9 de julho de 2009

A criança dentro de mim


Como era bom quando eu era criança...
Acho que todos quando crescem pensam assim.
E ainda dizem :" -No meu tempo tudo era diferente, as ruas eram mais seguras..."
Tah certo que a cada dia que passa , a gente tem mais medo de circular nas ruas..
e quando eu era pequena , a violência existia , é evidente , ela existe desde os primeiros tempos..
Mas quando se é criança , nada disso importa..
Eu via um mundo colorido a minha volta.
Tinha sede de aprender, queria crescer de qualquer maneira.
Pegava as revistas e fingia ler.
Cuidava de minhas bonecas , como se fossem realmente bêbes.
Brincava de professora com meu avô.
Morria de medo do chuck.
Lembro-me que quando vi um filme que tinha um 'amigo imáginario' , eu arrumei um quartinho que tinha perto do meu , separei brinquedos, arrumei a cama, dexei até uma comidinha pronta , pra esperar meu amigo chegar..
Meus avós paternos são católicos , e eu ia sempre , quando estava lá, na igreja com eles, naquela época eu dizia que seria freira quando crescesse.
Logo depois eu quis ser veterinária, pois o meu amor por cães nasceu desde cedo.
Mas logo logo eu descobri que não poderia, pois não podia ver sangue.
Eu amava a casa da praia da minha vó , esperava anciosa as férias de verão, eu e minha prima tinhamos amigos lá , e o tempo parecia parar naqueles dois meses.
Era uma criança muito orgulhosa, e quando brigava com minha mãe , batia o pé , e ficava emburrada pelo resto do dia, ai ela saia, e eu mesmo querendo ir junto , não ia.
Eu não via a hora de crescer.
Queria trabalhar, fazer o que os adultos faziam .
O bom de ser criança , é que elas não tem maldade.
O tempo foi passando , fui crescendo , e tudo aquilo que me fascinava, que eu pensava ser tão simples , tão bunito , foi mudando.
Hoje eu vejo que ideia diferente que eu tinha do mundo.
Hoje a gente confia , desconfiando, não se leva mais os sonhos tão a sério, as coisas se complicam , o mundo já não é tão colorido , os defeitos incomodam, as diferenças são evidentes, uma palavra hoje pode mudar um futuro.
Quando eu era criança , no natal , o melhor presente pra mim , era um simples brinquedo, hoje já somos mais exigentes.
As crianças de hoje também mudaram.
O mundo se globalizou..
Que fim levou aquela infancia?
Aquela menina que adorava passar a manhã inteira vendo o pica-pau e comendo besteira..
Aquela criança que ia pro terreno baldio , do lado de casa , subia nas árvores e ninava os filhotes..
Aquela pequena que chorava quando a mãe não dexava ir a escola , por que tava doente.
Aquela que ligava pra mãe , pra perguntar se podia tomar o iogurte.
Aquela que ia pra casa do pai , e vendia seus desenhos pros vizinhos da rua.
Aquela que andava com uma fralda no nariz, e não dechava a mãe sair.
Aquela que não sabia mexer no computador, adorava filme de terror, que brinco de boneca até os 12, que nem sabia fala palavrão, que brincava de esconde-esconde e polícia e ladrão.
Tanta coisa aquela pequena aprontou, as vezes eu sinto saudade dela.
Sei que ela ainda mora em mim.
Hoje um pouco mais tímida.
Deu lugar a outra, um pouco mais reservada, mais pé no chão , que morre de medo de ladrão..
Mas de vez inquando aquela pequena aparece, vem lembrar-me um pouco da criança dentro de mim.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Máscaras?

Porque muitas pessoas tem necessidade de marcarar-se?
Não conseguem ser simplismente “elas”?
Em cada lugar, com cada pessoa , tornam-se diferentes.
Mudam suas opiniões baseadas no que os outros pensam.
Não tem opinião própria, personalidade.
Na sua frente te adoram, te contam segredos , dizem ser amigas.
Mas é só virar a esquina , e lá esta ela , falando de você pelas costas, distorcendo conversas, contando os teus segredos.
Como esta pessoa consegue te encarar todos os dias nos olhos , como se nada tivesse acontecido?
Sinceramente , eu não sei.
Mas já estão acostumadas, aprendizes hipócritas.
Vão continuar seus joguinhos sujos pelo resto da vida.
Pois é difícil desmascara-lás , são ótimas atrizes.
Não se sabe mais quem é quem.
O culpado e o inocente?!
Mas com o tempo elas acabam errando , deixando pistas para trás , afinal somos humanos.
Ou pelo menos pensamos ser..
Em uma vida inteira ,você só conseguira desvendar umas, mas isto já satisfaz meu ego..
Pelo menos por inquanto.

Versos ao vento



Você se foi a muito tempo atrás .
Não tive como impedir.
Mas a saudade já é tanta , e nunca vai diminuir.

Preciso encontrar uma forma de te achar.
Em uma tarde inteira , vários versos escrevi
Em cada um eu dei parte de mim e um pouco de ti.
Vou Jogá-los ao vento , para que possam por esse mundo voar
Para que possam te encontrar.
E te trazer de volta para mim.

Pequeno herói


È incrível como até um cão é mais fiel que uma pessoa.
Lembro-me claramente de quando morava na casa de minha vó.
Ela tinha uma cadela chamada Xuxa, em média uns 12 anos e um filho , que era meu , apelidei de Pelé, pois ele adorava jogar futebol.
Eu amava aquele cachorro.
Era o meu melhor amigo.
Sempre ao meu lado.
Tinha um cachorro na rua , que morava mais pra cima, ele era meio maldoso , e estava sempre brigando com os outros.
Um cão grande e forte.
Certo dia , este cão estava brigando com a Xuxa, eu não sabia , só notei quando o Pelé saiu correndo pelo portão e foi defender sua mãe.
Mas o cão era muito forte, e maior, acabou machucando-o muito.
Ele já perdia muito sangue, caiu no meio da rua e um carro o pegou.
Não consigo expressar em palavras tamanha dor que senti.
Gritava , chorava , mas já não adiantava..
Ele se foi , minha mãe dizia!
Eu era apenas uma criança, não queria aceitar.
Aquele cão , pra mim , se tornou um herói.
A prova da lealdade , que raramente se encontra em uma pessoa.
Hoje quando lembro dele , vejo seus olhos brilhando em minha mente , e nunca hei de esquecer do meu pequeno herói.!

terça-feira, 7 de julho de 2009

Minhas fichas em você..

Por que nós , seres humanos , nos tornamos tão diferentes do que éramos em tão pouco tempo?
Eu tentei de todas as formas te compreender..
Me arrisquei , apostei e perdi , por você.
Eu não tinha medo do que aconteceria , pois eu pensava que estaria ao lado teu!
Mas me esqueci que em um instante as coisas mudam.
Em seus pensamentos , eu já não estou presente.
Você me evitava com o olhar.
Não me atendia, não respondia , ignorava?!
Mas por que tudo isso agora?
Nem tive a chance de saber ..
Mas de uns tempos prá cá , andei mudando também..
Ontem estava caminhando e te avistei de longe , desta vez não foi como as outras, que fiquei sem fala, sem batimentos , sem ar..
Desta vez , quando te vi , nada senti , tu já não estavas mais em mim.
Hoje meu coração já não despara ao te ouvir, me sinto até melhor longe de ti.
O tempo cura mesmo as feridas ..
Eu mudei , hoje me vejo mais forte , não tão ingênua como quando me conheceu.
Hoje você me ligou , que surpresa ao ver teu nome na tela do telefone..
Mas eu não vou atender , não preciso mais de você.
Um dia pensei que sem ti eu não viveria.
Que bobagem pensar que contigo pra sempre iria estar.
Se hoje vens me procurar , é por que sabes que errou.
Mas eu também descobri meu erro, errei ao apostar todas as fichas em você.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Acordando pro amanhã ..


Porque motivo alguém se importaria com um estranho na rua?
Como uma pessoa poderia perder seu tempo, que a cada instante mais curto se torna , para prestar atenção em um olhar ,que de tanta tristeza já espanta sorrisos e não beira mais um pingo de esperança?
Mas este alguém , dando-lhe uma misera atenção , poderia fazer-lhe acreditar na beleza do mundo que ainda resta, este mundo que está a cada dia mais escuro, que em cada esquina ele tropeça.
Este alguém, mesmo sem dizer nada , poderia pôr um pouco de cor no mundo deste estranho e levantá-lo em mais um de seus momentos de fraqueza.
Mas quando este alguém olhou bem no fundo dos olhos do estranho, jogado na rua, viu a si mesmo ..
não no espelho de seus olhos, mas no fundo da alma.
Ambos tinham muito em comum, já haviam tornado-se pobres de sentimentos.
O estranho por ser abandonado e não possuir o amor de ninguém, mas o "alguém" , era pobre, por que passou tanto tempo de sua vida se preocupando com dinheiro, lidou tanto com a ganância , que sua vista embaçou e ele já não mais enchergava o que realmente lhe faltava.
Faltava-lhe o amor de todos aqueles que ele afastou de sua vida.
Ao olhar no fundo dos olhos daquele estranho , ele enchergou claramente o que realmente importava.Seu mundo coloriu-se novamente.
De repente , o estranho desapareceu, mas aquele homem não era um estranho, era ele mesmo!
Ele estava vendo-se no espelho de seu futuro, mas naquele dia ele pode mudar seu amanhã e acordar em um novo dia.

domingo, 5 de julho de 2009

Realidade?..


Quinta-feira, 06:00 pm.
Esta cidade me sufoca.
Não suporto essa rotina!
Amanhã tenho várias provas.., mas não me importa.
Peguei um ônibus , rumo a praia.
A ninguém avisei, não preciso de consolos essa noite..
12:00 , já era sexta-feira.
E la estava eu, sozinha, sentada a beira-mar, cantarolando uma música qualquer, o vento no meu rosto.
Qualquer um poderia me chamar de louca, mas eu me sentia livre.
E quem sabe o que é certo?
Quem é são?
Deitei na areia e adormeci.., quando acordei estava na minha cama , no meu quarto e meu despertador tocando..!
Tudo não passara de um sonho?
Me arrumo e lá vou eu , as provas fazer.
Estou sentada , já na sala, com a prova a minha frente..
Apóio meu cotovelo na mesa e a mão na cabeça, mas tem algo em meu
cabelo .., oque será?
É areia?!
Foi mesmo um sonho?..

sábado, 4 de julho de 2009

Deixe-me viver!


Quero conhecer o mundo a minha volta por conta própria.
Ter algo em que acreditar, poder sonhar.
Não corte minhas asas, deixe-me voar!
Pois se me deixar, talvez eu volte na primavera pra te visitar..!
Te contar por onde andei, o que avistei.
Não posso viver assim tão presa, estou sentindo-me sem ar.
Deixe-me voar, com os pássaros cantar, meus sonhos realizar, que então eu volto pra lhe visitar!

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Quando tudo dá errado

.. você pensa não ter escapado,
surge então uma saida, sua voz reflete a vida.
o coração desacelerado só quer saber de calmaria.
oque não te satisfazia , hoje é o seu legado!
não quero mais tristezas nem amarguras.
eu quero a cristalina paz no amanhecer!
sentir as aguas por meu corpo correr!
encher meus pulmões com o doce cheiro do carvalho.
ganhar um beijo molhado , e acordar pra nova vida!

Um olhar ingênuo


.. que esbanjava amor e carinho.
Eu e você , juntos, em nosso mundinho...
Tento lembrar-me um pouco da primavera passada.
No pátio , flores cor-de-rosa enfeitavam o jardim, também haviam querubíns .., minha palmeira nunca estivera tão fasseira, e alguns papagaios descançavam ali no pôr-do-sol.
Meus cães estavam mais calmos e carinhosos.
E eu me afastava do ódio que os homens traziam nos olhos.
Hoje o frio congela minha mão, nem consigo escrever então.., maas no meu peito eu carrego paixão.
Consigo enchergar-me em teus olhos e você sabe que és o menino dos meus!
Mesmo morrendo de frio, sei que teu calor é meu!
Então meu bem , não nos preocupemos com a maldade alheia.
Pois o inverno logo acabará e nós vamos viajar ..
vamos para perto do mar!






"Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente. A gente muda o mundo na mudança da mente. E quando a mente muda, a gente anda pra frente E quando a gente manda, ninguém manda na gente. Na mudança de atitude não há mal que não se mude, nem doença sem cura.Na mudança de postura a gente fica mais seguro.Na mudança do presente a gente molda o futuro.."


Gabriel o Pensador