terça-feira, 11 de agosto de 2009

Quando sair , feche a porta.



Não olhe pra trás
Siga em paz

Não perca seu tempo
pedindo a benção
Ela não vai te ouvir

Um cruzamento
Congestionado
Muita fumaça se vê ali

Não arranje um namorado
Ele só vai te ferir

Só vai e vem meu amigo
Essa rua tem um fim
O garoto pede esmola
Pra coca cola
Na rua aprendeu
O que não devia
Caiu um botão do seu casaco
Seu perfume barato
Ainda o posso sentir

É engraçado
O seu retrato
Não me deixa dormir

O céu está branco
O padre pálido
-O que essa moça faz aqui?
Eu bem queria responder
Mas vou correr
Vou ver tv
O jornal vai falar da amiga
que perdi..

Matei uma formiga no meu quarto
Será que um pecado eu cometi?
Mas diante dos seus atos , não
sinto-me a pecadora aqui

Boa noite , a estrela disse
Dorme, ainda que triste
Amanhã não vais mais ouvir-me.

Nenhum comentário:

Postar um comentário







"Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente. A gente muda o mundo na mudança da mente. E quando a mente muda, a gente anda pra frente E quando a gente manda, ninguém manda na gente. Na mudança de atitude não há mal que não se mude, nem doença sem cura.Na mudança de postura a gente fica mais seguro.Na mudança do presente a gente molda o futuro.."


Gabriel o Pensador