domingo, 14 de março de 2010

o valor de uma amizade



Seus dias normais, em meio a aglomerações de pessoas, que supostamente conhecia e pensavam a conhecer, quem observava julgava ser alguém que nunca sentia a amarga companhia da solidão.
A outra pessoa parecia sozinha, sempre com apenas dois de seus inseparáveis amigos a tiracolo, não era popular, não sorria por mero motivo, ou para tentar fingir achar graça de uma bobagem dita.
As duas, cada qual em sua vida, tão diferentes, ambas pré-julgadas, ambas subestimadas.
Era popular, sua companhia era disputada, todos tentavam agrada-la, mas nos dias em que chorava, não tinha sequer um amigo pra lhe consolar, não tinha uma voz preocupada repreendendo suas mancadas, não tinha um conselho ou uma pessoa que ficasse em silêncio ao seu lado, limpando as lágrimas, captando pensamentos por olhares, guardando segredos..
A outra não precisava de falsos sorrisos, nem se importava com a áspera opinião alheia, ela sim tinha amigos, nunca estava sozinha, nunca faltava um ombro onde chorar, não precisava agradar, nem vasculhar sua mente a procura de um assunto, o silêncio era bem aceito pelos companheiros.
Companhia é a essência da amizade, se diz-se amigo e não é companheiro, também não é amigo.
Conhecidos não são amigos.
Interesseiros não são amigos.
Fofoqueiros não são amigos.
Amigos não precisam de nada para serem amigos, não precisam ser iguais, nem fazer algo para merecer a amizade, eles põem a mão no fogo pelo outro sem um por que, eles defendem, eles lutam, eles estão juntos nos momentos bons e ruins sempre.
Não confunda um conhecido com amigo.
Não confie em alguém, que já lhe deu a prova de que não é digno de confiança.
Não jogue uma amizade verdadeira fora.
A "popular" deu-se conta do quão só estava, deu-se conta do vazio escuro onde se encontrava.
O seu número de seguidores, não se compara a apenas um amigo.
A outra tinha sim dois companheiros incansáveis, determinados, fielmente amigos.
Encontraram-se então as duas, no alto de um prédio, a popular pensava seriamente em por fim em sua vida só. A outra costumava ir ali, para apreciar a paisagem.
Deparou-se com a sena, surpresa.
Sentou-se diante dela e apenas perguntou..
-Quer ser minha amiga?
Não vá se levar pelas aparências.
Um sorriso forçado é facilmente confundido.
Somente nós sabemos o que se passa em nosso mundo interior.
Não desperdice seu tempo, sua saúde emocional.
Não fique perto daqueles que só te fazem mal.
Dê seu devido valor para aquele seu único amigo, a quem deixou de lado, em busca da aceitação da maioria.
O tempo vai-se passar, a maioria não vai importar-se com você.
Só então verás o quão só esta.
Só então vai entender o valor de uma amizade.
Não é uma questão de números.
Ela pôs fim em sua vida só, agora tinha uma amiga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário







"Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente. A gente muda o mundo na mudança da mente. E quando a mente muda, a gente anda pra frente E quando a gente manda, ninguém manda na gente. Na mudança de atitude não há mal que não se mude, nem doença sem cura.Na mudança de postura a gente fica mais seguro.Na mudança do presente a gente molda o futuro.."


Gabriel o Pensador