segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Pessoas Humanas


As vezes a gente fica tão cego com tanta maldade no mundo , que já não consegue enxergar a bondade.
Presenciamos tanto egoísmo e raiva, tanta indiferença por parte das pessoas, que chegamos a pensar que talvez todos possam ser assim, começamos a achar normal a atitude destas pessoas, generalizar, todos tem seus problemas, ninguém vai perder seu tempo pra chorar minhas lágrimas e se esforçar pra me ver sorrir.
Ninguém vai querer perder seu tempo conhecendo outro,confortando o outro , quando também precisa de ajuda.
Pensamos assim pois já agimos assim , e é natural pensarmos que outras pessoas terão a mesma atitude, mas não podemos esquecer que o assunto em pauta são "pessoas" e não objetos, não robôs programáveis , pessoas tem sentimentos, pessoas são diferentes, pessoas são indecifráveis e surpreendem.
É mais fácil esperar o pior dos outros, pois se esperarmos o melhor , provavelmente a decepção será encontrada..
Falta fé nas pessoas, falta esperança.
E eu tive a oportunidade de conhecer uma dessas pessoas , que mesmo na maior escuridão dá a sua lanterna pra iluminar o caminho do outro.
Aquela pessoa que mesmo de longe , ao olha-la , senti uma paz interior inexplicável.
Não sabia nada de sua vida, ela não tinha uma boa aparência, nem se vestia bem , não estava em boas condições de saúde, nem em um local apropriado, sua vida não é nada fácil, mas ela não se queixava , nem ninguém sabia disso, ela só sorria..
Fiquei observando por um tempo.
Estava lá em um hospital, por motivos que prefiro não mencionar, mas parecia mais uma enfermeira do que uma paciente.
Conhecia todos, conversava com todos, ajudava todos, chorava as feridas de todos, abraçava como se fossem suas e sentia com o coração.
Imagino como aquelas pessoas se sentiam, estavam lá contra a vontade, presas sem saberem o por que, não roubaram , não mataram, não enganaram ninguém, mas nasceram com uma doença que as tira de si, uma doença que faz com que percam o controle dos pensamentos e das ações.
Não é todo psiquiatra, psicólogo, não é qualquer um que consegue entrar na mente destas pessoas, que consegue conversar e entender seus problemas, que consegue toca-las.
Uma pessoa que já passou e ainda passa por isso , tem uma facilidade e sensibilidade maior com o próximo.
Sabe que a ferida dói, sabe como é difícil, por isso entende o sofrimento, por isso consegue sentir.
Ela veio em minha direção, não me conhecia, não sabia nada de mim, mas me pediu um abraço, beijou meu rosto.
Tive a oportunidade de saber um pouco de sua vida, um pouco do por que ela estava ali.
E percebi que o maior motivo por que cada um se encontrava ali era na realidade as famílias.
Percebi o quanto a base familiar influencia na vida de cada um.
De nada adianta ter dinheiro, se em casa a convivência é insuportável, se na família ninguém se importa com ninguém, se não tem amor.
A falta desse amor é profunda, pode acompanhar pelo resto da vida.
Aquela mulher não fazia mal a ninguém , mas a sua bondade despertava inveja, e a inveja não parou até deixa-la ali.
Ela não amaldiçoava sua família, tinha pena por pensarem de forma tão egoísta.
Mas agora ela tinha outra família, ela se via mãe de cada uma que estava ao seu lado, ela cuidava delas como se fossem suas filhas, um abraço dela me encheu de esperança.
Ainda existe bondade no mundo, mesmo que em menor número, existe e são essas pessoas que te animam a continuar, a acreditar, essas pessoas te mostram que o mundo não é tão ruim, te fazem olhar o que há de bonito nele, elas te dão a pouca luz que resta.

Um comentário:

  1. Perfeito!

    Suas palavras ecoaram como sentimento,
    pude perceber que você é alguém que não fecha os olhos para a vida e para as pessoas.
    É importante perceber e acreditar nas pessoas,
    na bondade, na amizade.
    Mesmo vendo o mundo do jeito que ele é, sei que vale a pena acreditar que ele ainda tem como ser concertado.
    Um abraço.

    ResponderExcluir







"Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente. A gente muda o mundo na mudança da mente. E quando a mente muda, a gente anda pra frente E quando a gente manda, ninguém manda na gente. Na mudança de atitude não há mal que não se mude, nem doença sem cura.Na mudança de postura a gente fica mais seguro.Na mudança do presente a gente molda o futuro.."


Gabriel o Pensador