sábado, 10 de julho de 2010

Um faz de conta

Tem uma coisa que me deixa inquieta, uma coisa que de certa forma me incomoda.


Por que as pessoas nunca dizem e fazem aquilo que elas realmente querem?
Por que elas dão tantas voltas para acabar no mesmo lugar?
Por que elas insistem em fingir que tem vidas perfeitas, e não aceitam suas vidas da maneira que elas são e principalmente por que não mostram como são aos outros, será que tem vergonha de serem humanos e querem ser “semi-deuses” ?
O humano é tão vaidoso e tão ilusoriamente perfeito, que o “Deus” deles é a imagem e semelhança do homem, será que é por isso que eles querem tanto ser perfeitos e incapazes de errar?
Talvez a causa de tantos problemas sociais, dessas drogas devastadoras e de todo esse caos, seja simples.
Na verdade é tudo muito simples e claro, assim como a vida e a morte, assim como os sentimentos e as vontades.
Somos nós o problema, nós complicamos e insistimos em das proporções maiores a tudo.
Se as pessoas não vivessem de aparências e sim da realidade, se botassem pra fora tudo que as incomoda, os problemas, se fossem mais verdadeiras consigo mesmas e buscassem ajuda, ao invés de orgulhosamente continuar a se torturar e achar que pode esconder tudo, talvez os problemas pudessem ser tratados e solucionados em suas origens.
Isso evitaria que aumentassem e por conseqüência que destruíssem com vidas e sonhos.
Quando o crack surgiu, já existiam drogas, ele com o tempo foi-se alastrando, pois somado aos problemas de milhões de pessoas frustradas, que buscavam uma saída rápida para solucionar o problema, ele pareceu tentador. A sociedade já sabia dele, mas ao invés de tratar quando tinha proporção pequena, ao invés de usar todos os recursos cabíveis para não deixar que se alastra-se, camuflaram, deixaram ali, crescendo, tomando conta e destruindo a tudo.Ele sim fez a lição de casa e o seu dever, acabou com tudo que passou pela frente, e ai, quando já não era possível esconder e ignorar o problema, surgiu o desespero.
Por que ele não causou estragos somente aos usuários.
Causou estrago a estética do pais, a segurança, a saúde, trouxe medo, trouxe mortes, mostrou que a sociedade falhou.
Mostrou que não adianta ignorar os problemas e fingir que eles não existem.
Quando os queridos seres humanos finalmente perceberem que não são “semi-deuses”, não podem deixar as coisas pra lá, devem arcar com suas ações, que erram sim, que isso é normal, ninguém é perfeito, nenhuma vida é perfeita, quando se aceitarem finalmente, talvez as coisas comecem a mudar.
Não adianta por a culpa em ninguém.
Na mãe, no pai, na família, nos amigos, na sociedade, nos políticos, no mundo.
Somos responsáveis pelo rumo de nossas vidas.
Quem cala consente , quem não faz nada, ajuda a estragar.
Quem não busca a mudança, quem não busca ajuda, quem permanece na ignorância, morre sozinho e deprimido e o pior de tudo isso, não leva nada da vida, nem mesmo “vida”.
Estão todos muito cansados de viver.
Cansados de ousar, cansados demais para passar uma borracha em tudo e começar de novo, do jeito que sempre sonharam.
É triste ver pessoas com medo de lutar por suas vidas, por seus ideais, ver pessoas que não acreditam em si mesmas.
É irônico, como muitos desejam a morte, mas quando realmente chegam perto dela, clamam pela vida, só no fim dão valor e querem o tempo de volta, pra fazer tudo diferente.
A mas o tempo não é tolo, como eles.
Não vai perdoar, não vai dar uma segunda chance.
Danem-se! Tiveram a vida inteira, pra só no fim acordar pra viver.
Aparências são meras ilusões, as essências morrem pelas mãos de seus donos sem compaixão.
Em um mundo de faz de conta, quem acusa isso tudo é hipócrita, hipócritas são eles, que não se deixam viver, que não se deixam pensar por si só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário







"Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente. A gente muda o mundo na mudança da mente. E quando a mente muda, a gente anda pra frente E quando a gente manda, ninguém manda na gente. Na mudança de atitude não há mal que não se mude, nem doença sem cura.Na mudança de postura a gente fica mais seguro.Na mudança do presente a gente molda o futuro.."


Gabriel o Pensador